CODEGO

História

A CODEGO foi criada pela Lei nº 19.064, de 14 de outubro de 2015, a partir da alteração da denominação social da Companhia de Distritos Industriais de Goiás - GOIASINDUSTRIAL, além dos os ativos remanescentes da empresa Metais de Goiás S/A - METAGO.

Escolha o ano:

A CODEGO foi criada pela Lei nº 19.064, de 14 de outubro de 2015, a partir da alteração da denominação social da Companhia de Distritos Industriais de Goiás - GOIASINDUSTRIAL, além dos os ativos remanescentes da empresa Metais de Goiás S/A - METAGO.

Escolha o ano:

2000

Em 05 de julho de 2004 a sede da Companhia de Distritos Industriais de Goiás - Goiásindustrial foi transferida para o Edifício Vera Lúcia (8º Andar), Número 1.875 - Setor Oeste. Através do Decreto Nº 6.780 de 13 de agosto de 2008, o Governo do Estado de Goiás, acionista majoritário da companhia, excluía a Companhia de Distritos Industriais de Goiás - Goiásindustrial do processo de liquidação com data retroativa a 02 de junho de 2008. Após nove anos em processo de liquidação, a Goiásindustrial foi retirada da extinção pela reforma administrativa do Governo, para retomar seu papel na política industrial do Estado. A partir de agosto de 2008, a Companhia de Distritos Industriais de Goiás (GOIÁSINDUSTRIAL) voltou a ser uma empresa de sociedade de economia mista, com controle acionário sob o poder do Governo do Estado de Goiás, com autonomia para desenvolver políticas de planejamento, investimento e assentamento de empresas nas áreas e Distritos Industriais.

1970

Em 20 de novembro de 1973, foi constituído pelo Governo do Estado de Goiás, uma Sociedade por Ações, sob a denominação de Companhia de Distritos Industriais de Goiás (Goiásindustrial), com sede e foro na cidade de Goiânia-Goiás, sendo esta Companhia, vinculada à Secretaria da Indústria e Comércio do Governo do Estado de Goiás. A foto em preto e branco à esquerda apresenta a situação da rodovia estadual -GO - 330 em 1977, a rodovia em questão, faz o acesso principal do Distrito Agroindustrial de Anápolis - DAIAO Distrito Agroindustrial de Anápolis teve as suas obras iniciadas em maio de 1976, sendo que neste mesmo ano, foi fundada a primeira Indústria Anapolina, a Precon, mesmo com o Distrito Industrial ainda em fase inicial de construção. A inauguração do Distrito Agroindustrial de Anápolis ocorreu em 09 de Setembro de 1976, com a presença do presidente da República, General Ernesto Geisel e do Governador do Estado de Goiás Irapuam Costa Júnior.

2010

Em 26 de agosto de 2011, a sede da Companhia de Distritos Industriais de Goiás - Goiásindustrial foi transferida da Avenida República do Libano, Número 1.875 do Setor Oeste (Edifício Vera Lucia - 8º andar) para o Número 460 da Rua 90 do Setor Sul Goiânia - Goiás. No dia 13 de Janeiro de 2015 tomou posse o Diretor-Presidente da da Companhia de Distritos Industriais de Goiás - Goiásindustrial, o empresário Júlio Cesar Vaz de Melo com a tarefa de alavancar ainda mais os setores essenciais da economia em todas as regiões do Estado de  Goiás. Com o propósito de dinamizar a economia, ampliar e acelerar a industrialização do Estado, o Governador Marconi Ferreira Perillo Junior sancionou, no dia 14 de outubro de 2015, a Lei nº 19.064 que criou a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (CODEGO), sendo inaugurada a primeira sede própria da Companhia, situada no Número 1.593 da Avenida 85, esquina com a Alameda Ricardo Paranhos - Setor Marista, em Goiânia.

1980

Na década de 80 o Distrito Agroindustrial de Anápolis - DAIA contava apenas com 14 (quatorze) empresas. Com a crise econômica brasileira, apenas a partir de 1986 o distrito passa lentamente a se recuperar, com a instalação das indústrias Granol, JBS Tanques e Roan Alimentos. Em 1988 surgem as indústrias Agroindustrial Luce, Bracil Brandão, Concremar e Madenobre, seguidas em 1989 pelas indústrias Greenpharma, Neoquímica e Facchini. Em dezembro de 1980 a sede da Companhia de Distritos Industriais de Goiás - Goiásindustrial foi transferida para o número 400 da Avenida 85 - Setor Sul. Já quase na década de 1990, o DAIA passou a ser referência no Brasil e no exterior com a implantação do pólo farmoquímico, onde a produção de medicamentos genéricos é relevante. O Porto Seco funciona como uma Plataforma Logística Multimodal, que se refere a um espaço físico com grandes dimensões.equipado com um misto de infraestrutura, buscando a concentração e a redistribuição de cargas em processos de circulação.

1990

Em 20 de fevereiro de 1998 a sede da Companhia de Distritos Industriais de Goiás - Goiásindustrial foi transferida para o Edifício Centro Administrativo (7º Andar), Rua 82 - Setor Sul. Em 11 de novembro de 1999 o Governo do Estado de Goiás, através da Lei N.º 13.550/99, que trata da reforma administrativa, decretou a liquidação da Companhia de Distritos Industriais de Goiás - Goiasindustrial.  N final da década de 90, quando se instalou o primeira estação aduaneira interior (Porto Seco), contribuindo para que as empresas do distrito pudessem, efetivamente, entrar na era da globalização econômica, comprando e vendendo produtos no exterior. Foi também no ano de 1999, que se iniciou o projeto para a implantação do Pólo Farmacêutico de Goiás, com sede no Daia. Para adequar a essa nova realidade, o Governo do Estado renovou a política de incentivos fiscais, na gestão do então governador Marconi Perillo, processo este fundamental para que não houvesse novamente uma paralisação nos investimentos.


Distritos Industriais da CODEGO:

CODEGO EM NÚMEROS

INDÚSTRIAS ESCRITURADAS
INDÚSTRIAS EM ASSENTAMENTO